RSS

quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Receita de pão na máquina.

Fazer pão é uma arte milenar. Há quem leve anos a aperfeiçoar o processo. O Jamie Oliver (puto loiro, inglês, cozinha melhor que nós) diz que o pão é um ser vivo e que tem que ser feito com muito amor….pois então meus amigos vamos fazer pão com recurso à tecnologia!

Vamos precisar de:

100_1954Máquina de pão, (40 euros numa loja perto de ti, ou clica aqui e compra um na nossa loja), Óleo vegetal e farinha. Perdoem a publicidade, garanto que não tenho patrocínios.

É preciso que se note que não sou pretensioso ao ponto de acreditar que com uma máquina destas vou conseguir elaborar uma receita de pão de raiz. Aliás porque é que o quereria fazer se para além da Branca de Neve, também o Continente tem preparados já prontos na embalagem para fazer pão. Já tentei seguir as receitas…foram um desastre. Vamos manter as coisas simples, vamos seguir as instruções na embalagem.

O único truque neste processo é colocar primeiro a água:

100_1956Depois uma colher de sopa de óleo:

100_1958 E em último a farinha:

100_1959

Nesta altura programo a máquina do pão para trabalhar no ciclo mais básico (normalmente o 1), pão grande, cor média.

No princípio dou um jeito para que a farinha fique nivelada por igual sob a água e vou raspando as pequenas partes de farinha que ficam no rebordo da cuba.

E é só aguardar.

Passado 5 minutos:

100_1961Passado 1 hora:

100_1994 E três horas depois:

100_2002 O belo de um pão de forma de sementes, feito na máquina do pão, sem problemas, sem chatices…ok queimei o dedo a tirar o pão da forma, tirando isso foi um processo bastante calmo relaxante e sem stress.

100_2004

Se ao menos a vida fosse tão simples…

Sopa de vegetais.

Vamos fazer uma sopa, já sei que normalmente não faríamos tal coisa mas se queres realmente fazer passar a imagem (errada ou não) de que és selecto e “cool” a sopa é a melhor forma de o fazer.

Por nós um bifinho é o melhor sustento, mas quantas vezes já ouviram uma mulher a dizer que não gosta de sopa? Fartam-se de ler nas suas revistas de beleza que é do melhor para a linha e para a saúde.

Vamos lá ver, nesta sociedade “moderna” em que vivemos a sopa é chique! Não vêem a Oprah? Nem a Tyra? Ou não têm TV cabo ou não o querem admitir…

Uma das maiores vantagens da sopa é ser barata (mais sobra para os copos) e permitir guardar num “tupperware” por alguns dias no frigorífico.

Mas como tudo neste ilustre blog vou simplificar ao máximo para que até vocês o consigam preparar.

Ingredientes :

100_1964

Sal, Pimenta, Alho (eu uso massa de alho, não se estraga tanto e está sempre pronto a usar, vende-se em todo o lado) e azeite.

1 cebola média

2 batatas médias/pequenas

2 cenouras médias.

1 Courgette (Parece pepino mas não é).

1 nabo.

Também podem colocar um bocado de abóbora fica sempre bem.

100_1965

Meus amigos o nosso ingrediente secreto, vegetais pré-lavados e cortados à venda em qualquer uma das cadeias de supermercados portugueses. Isto é lindo!. Sem este pacote não seria capaz de fazer sopa. Vai nos poupar uns 30 minutos de lavar, preparar, cortar. Não queria fazer publicidade, mas de qualquer modo vê-se bem onde comprei. Obrigado a vocês Pingo, têm muito bons produtos.

Vamos precisar também de vinho:

100_1970

Ferramentas:

100_1969Sim comprei o tacho no chinês e a “varinha mágica” na Worten. (Juro que não estou a fazer publicidade!)

O que temos a fazer a seguir é lavar, descascar e cortar os vegetais até ficarem todos aproximadamente do mesmo tamanho para que cozam por igual. A cebola no entanto pode ser cortado em rodelas.

Devem ficar com os vegetais assim (qualquer coisa mais ou menos):

100_1974

Agora colocamos um pouco de azeite:

100_1975

Alho:

100_1977 E faz-se um pequeno refogado (fritas a cebola no azeite e alho) até a cebola ficar amolecida, depois colocas lá para dentro cerca de 1,5 litros de água e os vegetais que cortaste. Ainda não uses o saco dos vegetais cortados.

100_1985

Há pouco tínhamos falado de vinho, podem trocar por um martini, branco ou tinto, um Favaios ou até mesmo uma cerveja. Estamos enfiados na cozinha temos direito a um aperitivo!

100_1983Bebe um copo, vai para o msn, o facebook, vai ler as notícias ou ouvir uma música…deixa os vegetais cozer por uns 25 minutos (até ficarem moles).

Depois pegámos na varinha mágica. Não vos vou explicar como usar, já usaram um berbequim? é só carregar no botão para passar disto:

100_1987Para isto:

100_1991 O sal e a pimenta vêm a seguir, é esta a vossa oportunidade de destruir todo o nosso trabalho. Não há fórmulas mágicas, é colocar a gosto, mais vale aos bocadinhos porque sal a mais é difícil de resolver e sal a menos….que se lixe até faz bem à saúde e se depois deste trabalho todo alguém se queixar: “tá insonso” manda-o comer ao Mcdonalds! (Não é publicidade!).

Depois de acertar o sabor, provando apenas um pouco da sopa, colocamos os vegetais do pacote.

100_1992 Olha eles tão lindos! Imagina o trabalho que ia dar fazer isto tudo à unha!

Atira para o tacho, deixa em lume brando(nem alto nem baixo) e vai te entreter a ver vídeos estúpidos no youtube! Deixa passar pelo menos uns 15 minutos e tens a sopa pronta! Parabéns! Afinal não custou nada, ela vai adorar, mesmo que não goste só o esforço vale uns beijinhos pelo menos!

100_2001

Ovo na torrada….Ovada? .

Certo, é verdade que não tenho um nome muito apelativo para este prato mas não há ninguém que resista ao resultado final. Quem não gosta de torrada e quem não gosta de ovo estrelado? Somos homens, portanto nascemos com uma paciência mínima pelas tarefas de cozinha e, por isso, decidi partilhar convosco esta pequena pérola da culinária americana. Experimentem dar isto a crianças que verão vencidas mentes e corações. Ao pequeno almoço ou ao lanche garantidamente que sairão da cozinha como o pai mais fixe do mundo! Um pequeno almoço para uma amiga especial? uma aposta acertada, juntam-lhe um sumo de laranja natural e preparem-se para a abanar a barraca. Meus amigos passemos às instruções:

image

Primeiro vamos precisar de um fatia de pão de forma. Se quiserem “amaricar” o processo podem colocar pão brioche, integral, caseiro, o que as meninas desejarem. Não é complicado queremos apenas uma fatia de pão.

image

No centro do pão vamos recortar um pequeno círculo. Podem usar o que houver à mão para o efeito. Um copo de cerveja (passem no por água primeiro, duh ! ), um bocado de sobra de tubo que tenham na garagem, o que servir o propósito.

image

Agora vamos passar à parte mais complicada deste processo:

image

Vamos aquecer a frigideira tendo muita atenção para não a deixar aquecer demasiado, senão queima-se o pão antes de estrelar o ovo.

image

Um pouco de azeite, óleo vegetal, manteiga, margarina…o que quiserem.

image

A fatia de pão lá para dentro.

image

E coloquem o vosso ovo lá dentro. Não mexam por pelo menos 30 segundos.

image

Um pouco de sal e pimenta se desejarem.

image

Com a espátula(é uma das ferramentas na gaveta da cozinha), virem a vossa torrada. O objectivo é deixar a gema (parte amarela) um bocadinho líquido.

image

Parabéns meus senhores, se tudo correu bem devem estar neste momento com esta maravilha à vossa frente. Já devem ter reparado que o pequeno círculo de pão que sobrou do princípio também continua comestível e que podem no colocar na frigideira e servir a acompanhar, embora eu já tenha comido o meu.

image

image

Excelente, simples e saboroso…